Como entender os choros e acalmar seu bebê

Como entender os choros e acalmar seu bebê

Olá mamães e papais, tudo bem? Hoje vim falar sobre a teoria da exterogestação.

Para quem não sabe esse é um tema de muita importância, e ESSENCIAL para todas as mamães com bebês recém-nascidos, e se tem uma coisa que vocês precisam saber é sobre isso

Quando os bebês nascem, é comum que muitas mamães tenham um sentimento de frustração e incapacidade por não saberem atender todas as demandas dos filhos, e compreender quais são os motivos do choro, e o que elas devem fazer para acalma-los.

Exterogestação, é gestar fora do útero, e é muito importante entendermos que os bebês sentem medo e insegurança, então, reproduzir o ambiente uterino, trazer sensações e sons do útero, acalmam o bebê, por ele se sentir de volta ao lar.

Quando aplicamos técnicas de exterogestação, isso permite que o bebê desencadeie uma resposta neurológica profunda – chamada de reflexo calmante.

O reflexo calmante pode ser ativado em 5 etapas, também conhecido pela Técnica do 5S.

Os 5 passos não são difíceis, mas deve ser executado tranquilamente e sem pular etapas, para que o reflexo seja ativado e mantido maior tempo.

Primeiro Passo – Embrulhar (Swading)

Aqui fazemos um “charutinho”. O bebê ficar apertadinho o faz sentir que voltou ao ventre materno, criando limites, agindo como se fossem as paredes uterinas.

Só a realização desse primeiro passo pode ser que não seja suficiente para que você acalme seu bebê, mas aqui o bebê não irá ativar o complexo de moro e começar a se debater.

Acreditem, muitas mamães com o desespero, entendem erroneamente que os bebês não gostam de ficar apertados, com os bracinhos presos, e logo desistem nessa primeira etapa. No entanto o fato deles se debaterem não é um ato voluntário, e sim, um reflexo involuntário.

Segundo Passo – Colocar de lado ou de bruços (Side Position)

Essa posição impede que o bebê sinta medo de cair, e desativa o reflexo de moro, além de ser semelhante a posição em que o bebê ficava no útero.

Terceiro Passo – Ruído Branco (Shushing)

O ruído branco imita o sangue correndo pelas artérias. O ruído precisa ser alto e forte. As mamães se enganam que manter o ambiente silencioso e com som leves e suaves seja o melhor, eles preferem o som parecido com o que ouviam dentro do útero materno.

Uma dica é ligar o secador. Eles amam!

Mas atenção mamães a primeira vez que você fizer o ruído branco, pode ser que seu bebê se acalme por 1 ou 2 minutos, mas com a prática, esse tempo vai aumentando.

Quarto Passo  – Balançar (Swinging)

Bebês são acostumados ao movimento. Movimentos ritimados e repetitivos, no sentido vertical, acionam os sensores de movimento em seus ouvidos, que ativam o reflexo calmante.

Se pensarmos que o bebê estava em constante movimento com sua mãe, depois de nascidos eles sentem como marinheiros em terra firme.

Uma ótima opção para simular o útero nesse caso, é a utilização do Sling.

O embalo deve ser vigoroso no início e depois mais suave.

Quinto Passo – Sugar (Sucking)

Após a realização das etapas anteriores, a última é para que o bebê atinja um estágio de profunda tranquilidade. Sugar estimula o cérebro liberar substâncias que acalmam o bebê.

Bom mamães, a Exterogestação é muito importante para que o bebê e seus pais tenham um pós parto mais tranquilo, pois ajuda muito nessa fase de adaptação pós nascimento.

Se você é gestante, anote isso para fazer quando seu bebê nascer, agora se você tem um bebezinho nessa fase, que tal testar isso passo a passo e ver o excelente resultado de gestar fora do útero.

Me contem depois, bora?

Beijinhos, com amor

Rafa

Rafaela Cacciatore

Rafaela Cacciatore é consultora em aleitamento materno, laserterapeuta aplicada à amamentação e assessora materna.